Cotações

20 de abr de 2012

INFLUÊNCIAS EXTERNAS NO IBOVESPA


Neste trabalho examinaremos o quanto o mercado interno (variação do Ibovespa) é influenciado por fatores externos, e que apesar de suas particularidades, no médio e longo prazo a bolsa brasileira acompanha os mercados de maiores relevância internacional.

Escolhemos por critério próprio, as bolsas de valores dos Estados Unidos da America (DJI), do Japão (Nikkei 225) e da Alemanha (DAX) para comparar com a bolsa de valores brasileira (IBOV).

Gráfico 1: Ibovespa e DJI anual 2011

FONTE: Yahoo Finanças

No gráfico 1 observa-se visualmente o quanto o IBOVESPA é “colado” no DJI no ano de 2011, se compararmos com as demais bolsas, veremos um movimento semelhante.
Para reforçar nossa análise, baseamo-nos nas cotações históricas em números de pontos do IBOVESPA e do DJI no ano de 2011, e extraímos os seguintes resultados por meio de uma regressão linear (Regressão1): Coeficiente de determinação R² igual a 0,3768, coeficiente de correlação 0,6138, teste t e teste F significativos, de 145,12 e 12,05 respectivamente.

Regressão 1: Regressão Linear IBOVESPA DJI 2011



FONTE: Elaboração Própria

Ao extrairmos os dos dados da regressão 1 e calcular o LN da mesma, temos a regressão 2. Nela observamos que, uma variação de 1% no índice Dow Jones faz com que na média o índice Bovespa varie 1,39%, considerando um intervalo de 95% de confiança. Podemos validar esta informação com base nos testes T e F (12,95 e 167,67) respectivamente, temos um R² de 0,4113 ou um coeficiente de correlação de 0,6413.

Regressão 2: Regressão Linear LN IBOVESPA DJI 2011

            FONTE: Elaboração Própria

Na regressão 3 com base no delta diário do IBOV e do DJI, ou seja, a diferença diária em números de pontos de ambas as bolsas ano de 2011, calculamos e verificamos a validade da regressão pelo teste F (280,87), teste t (16,76), R² (0,5403) e coeficiente de correlação (0,7351). Note, que quando extraímos a regressão do delta do IBOV com o DJI, observamos que quando a bolsa americana varia para baixo ou para cima, a bolsa brasileira o acompanha em 73% dos dias e que em 54% das vezes, a variação do IBOV é explicada ou dependente da variação do DJI.  

Regressão 3: Regressão Linear Delta IBOVESPA DJI 2011

FONTE: Elaboração Própria

            Se calcularmos a regressão do delta do IBOV com o DJI num período mais longo, obteremos valores ainda mais significativos, como vistos na regressão 4, onde coletamos dados do inicio de 2010 até o final de 2011.

Regressão 4: Regressão Linear Delta IBOVESPA DJI 2010 a final 2011

FONTE: Elaboração Própria

            Os valores analisados, teste F (546,88) e teste t (23,39), mostram-se mais significativos no período de dois anos do que no período de um ano. Reafirmando que quanto maior o período estudado mais evidente se torna a influência da bolsa americana na bolsa brasileira.
Os gráficos a seguir apresentam o histórico da variação percentual do Ibovespa com outras importantes bolsas mundiais. Observa-se nos gráficos 2 e 3 que também há um movimento semelhante entre a bolsa brasileira e a bolsa alemã (DAX) e com a bolsa japonesa (Nikkei 225).

Gráfico 2: Bovespa e DAX anual 2011

FONTE: Yahoo Finanças

Gráfico 3: Bovespa e Nikkei 225 anual 2011

FONTE: Yahoo Finanças

Por ultimo uma comparação num período de cinco anos das quatro bolsas de valores analisadas, onde a bolsa brasileira apresenta-se visualmente como sendo a bolsa mais volátil neste intervalo de tempo, bem como a bolsa com maiores ganhos nos últimos anos, tal fato pode ser justificado pela maior estabilidade da economia brasileira, maior confiança dos investidores estrangeiros e locais entre outros. Vale notar que resultados passados não garantem ganhos futuros.


            Gráfico 4: Bovespa, DJI, DAX e Nikkei 225 (2007 a 2011)

FONTE: Yahoo Finanças

Por meio desses gráficos e da regressão entre a o IBOVESPA e o DJI, constatamos que o mercado brasileiro é influenciado em menor ou maior grau pelos mercados externos, tendo a bolsa  americana como sua principal referência.




Nenhum comentário:

Postar um comentário